Está buscando uma nova oportunidade no mercado de trabalho? Confira essas dicas para te ajudar nesse momento tão importante e garantir sua recolocação profissional o mais rápido possível.

 

1 – REPENSE SUA CARREIRA

Quando nos deparamos com um momento de recolocação profissional, seja por motivo de demissão do antigo empregou ou qualquer outro, vale muito a pena tirarmos um tempo para reavaliar nossas escolhas e nossos próximos caminhos profissionais. Nesse momento, invista em ferramentas de autoconhecimento, repense sua trajetória profissional até aqui, reavalie sua autopercepção profissional – como se sente com o que construiu até aqui. Pense sobre os próximos passos, sobre o tipo de trabalho que te traria realização pessoal. Que tal ir mais afundo? Procure entender mais sobre seu propósito de vida e seus valores. Assim, conseguirá dimensionar o que faz sentido para você alinhar com os próximos passos que dará em sua carreira nesse momento da sua recolocação profissional.  Esse é o segredo para uma vida profissional com muito mais realização, satisfação e felicidade.

 

2 – NÃO, NÃO FAÇA PAPEL DE VÍTIMA

Muitas vezes quando nossa busca por um novo emprego já dura muito tempo, temos a tendência a nos vitimizar, nos depreciarmos e costumamos nos sentir num papel onde não nos achamos merecedores, ou ainda onde somos os “coitadinhos “ da história. Buscar uma recolocação profissional adequada exige uma postura totalmente contrária. Mais do que nunca, nesse momento, você deverá ser o protagonista, o tomador de decisões e aquele que faz acontecer. Reveja os seus pontos de melhoria a serem trabalhados; repense nos motivos que levaram você a um desligamento – se for esse o caso. Tome as rédeas, aja! Recolocação Profissional é uma competição e ela requer coragem e determinação, para começar!

 

3 – NÃO ATIRE PARA TODOS OS LADOS

Algo muito comum que vejo nos processos de recolocação profissional que conduzo é o candidato chegar ao nível “desespero” – se é que você me entende – e começar a “atirar para todos os lados” no português  bem claro. Na prática, muitas vezes isso significa começar a se abrir para possibilidades de qualquer emprego, mesmo longe da sua área de atuação e experiência.  Erroneamente, o candidato acredita que aumenta suas chances fazendo isso, porém, o que vemos na prática é justamente o contrário. Além do fator “desespero” que é um péssimo conselheiro nesse momento, atirar para todos os lados pode ser um “tiro no pé” no momento da busca pela recolocação profissional. Entenda, quanto mais focado e quanto mais clareza no direcionamento da vaga e dos próximos passos profissionais que você quer trilhar,  mais assertivo você irá se tornar.

“Atirar para todos os lados” somente demonstra que você é alguém que não sabe para onde quer ir, e que não se importa muito com isso nesse momento. Agora me diga, você, enquanto empregador, contrataria alguém nessa situação?

 

4 – FAÇA NETWORKING

Recolocação Profissional tem tudo, eu disse TUDO, a ver com networking. E sabe por quê? Porque recolocação profissional é, entre outras coisas, relacionamento!

Aqui cabe falar dos grandes paradigmas e medos que essa palavra NETWORKING influi nas pessoas. Escuto muito coisas do tipo “não tem jeito para fazer networkling”, “me sinto com vergonha ou constrangido”, “não tenho bons contatos”, e por aí vai. Networking é uma arte e precisa ser treinada e trabalhada de forma constante – inclusive e principalmente se você estiver empregado nesse momento. É preciso retomar antigos contatos, marcar um café com um ex-chefe, criar boas conexões no linkedin,  manter contatos, mandar mensagens para aquela pessoa que você sabe que tem uma boa referência sobre seu profissionalismo. Ter sucesso na recolocação profissional está diretamente ligado a sair da zona de conforto, buscar novas atitudes e romper antigos medos e paradigmas. Não há como fugir disso!

 

5 – ESTUDE: FAÇA CURSOS E ASSISTA PALESTRAS

Se capacite, busque novos e mais conhecimentos. Eis o momento para mostrar ao mercado que você é bom, que é competitivo e que pode sim pleitear aquela super vaga. Para isso, precisa se qualificar. Não deixa a desculpa da “falta de recursos” parar você, invista no seu bem mais precioso: seu conhecimento e sua constante capacitação.

Ah, aqui vale ressaltar que há muitos cursos e palestras gratuitas por aí.

 

6 – SEJA VOCÊ!

Essa dica pode parecer estranha ou até mesmo fora de contexto, mas quero te mostrar como ela tem muito a ver com sua chance de recolocação profissional.

Existem tantas técnicas e dicas para participar de processos seletivos, sobre como moldar o currículo da melhor forma possível, ou  dicas do que falar e o que não falar na entrevista de emprego…  Não me entenda mal, tudo isso é importante sim, porém suas chances aumentam consideravelmente quando você não se utiliza de um personagem na hora do vamos ver. Quando você é você mesmo, de forma autêntica, espontânea e verdadeira. Claro que para isso funcionar, realmente você deverá ser um bom candidato e mais do que isso, deverá se sentir como tal.

 

7 – ATUALIZE SEU CURRÍCULO E EXPLORE AS REDES SOCIAIS

Não preciso dizer sobre a importância de o seu currículo estar apresentável e atualizado constantemente ao longo de toda sua trajetória profissional, certo? Porém, no momento da busca pela recolocação profissional, isso é ainda mais fundamental. Bom currículo, boa formatação, ausência de erros de português, e uma boa “síntese de qualificações” será fundamental para seu novo emprego. Lembre-se o seu currículo é sua porta de entrada, o resumo de quem você é, sua identidade profissional. Portanto, dê a devida atenção!

Importante também ressaltar: Explore as redes sociais de forma inteligente; participe de grupos de emprego, estabeleça novos contatos e crie relacionamentos. Isso só tende a somar ao seu processo de recolocação profissional.

 

8 – FAÇA COACHING DE CARREIRA

Sim, esse é o momento ideal para você buscar uma ajuda direcionada à sua vida profissional. Um processo de Coaching de Carreira poderá te ajudar, com muito autoconhecimento, a melhorar seus aspectos comportamentais, desenvolvendo sua carreira, direcionando seus novos passos, planejando um futuro em curto, médio e longo prazo e trazendo a você a realidade que todos buscam: realização profissional.

Muitas vezes, em algum momento da nossa história profissional precisamos rever nossas escolhas e repensar sobre nosso caminho e sobre qual direção seguir. O processo de Coaching de Carreira poderá ser muito útil nesse contexto. Além disso, conte com esse profissional também para te ajudar no desenvolvimento de novas habilidades e competências, tão exigidas atualmente no mercado de trabalho.

Lembre-se que a recolocação profissional é uma competição, sem dúvidas quem passa por um processo de Coaching de Carreira, sai grandes passos na frente.

 

 

Sabia mais sobre COACHING DE CARREIRA. Agende agora mesmo uma primeira sessão cortesia!

 

 

Até mais!

Thais Campos

Coach de Carreira