A definição de vocação vai muito além da expressão “teste vocacional” que tanto ouvimos falar principalmente na etapa da escolha da faculdade que pretendemos fazer. Vocação é um termo derivado do verbo no latim “vocare” que significa “chamar”. É uma inclinação, uma tendência ou habilidade que leva o indivíduo a fazer alguma coisa. Nesse contexto, o “fazer alguma coisa” é exatamente a atividade profissional a qual você se dedica. Entendemos então que vocação é um talento, uma aptidão natural, uma capacidade para realizar algo que vai te dar prazer.

 

E a carreira?

 

Carreira tem significados distintos dependendo do contexto, mas quero falar da carreira que diz respeito à profissão, a esfera da atividade que exercemos com cunho profissional.  Nos dias atuais, comumente entende-se “carreira” como a soma de todos os cargos ou posições ocupadas por uma pessoa durante sua vida profissional.  Eu, particularmente, entendo como carreira um meio de realização pessoal. É um dos pilares da nossa vida e se refere a uma troca. Aplicamos conhecimento e entregamos soluções em troca de reconhecimento, satisfação, senso de utilidade e claro, dinheiro!

A realização se dá quando você consegue descobrir sua vocação e fazer um link com a sua carreira. Eis o encontro perfeito! O problema é que muita gente passa uma vida toda focado somente na carreira, buscando melhorias, almejando cargos mais altos, mais responsabilidade, mais dinheiro, mais prestígio e mais status. Não há nada de errado com isso, porém, pode ser que, em algum momento, falte sentido! E sentido, me desculpe, não pode faltar!

Esse tal “sentido” é uma definição de propósito, de ter objetividade nas ações que envolvam valores importantes. Vocação tem a ver com isso. Enquanto que carreira está ligada a competências e desenvolvimento (e é um histórico), a vocação está ligada a talento. Na carreira, fala-se “do que se faz”, na vocação, “porque se faz”. O objetivo final de uma carreira normalmente é um cargo, de uma vocação é uma causa. Carreira é um meio, vocação é um fim. E só dá para levar uma vida plena quando estamos focados no “fim”.

 

Então, a minha pergunta para você é sobre vocação: o que a vida quer de você?

 

Na carreira, a gente se pergunta sobre o que queremos da vida. E a resposta sempre nos leva a idealizações e valores importantes, mas que, nem sempre, respondem o que realmente deve ser respondido. Encontrar um sentido e um propósito maior em algo requer buscas aprofundadas e um olhar interno meticuloso. Se você encontra sua “causa”, a partir dela você pode encontrar diversos “meios” de exercê-la, ou seja, diversas formas de construir ou reconstruir sua carreira.

 

Portanto, nesse momento, convido você a deixar sua carreira para lá. Há coisas mais importantes que devem ser observadas antes para que, então, você possa construir uma carreira bem-sucedida!

 

 

Quer saber mais sobre COACHING DE CARREIRA. Clique aqui.

 

Até mais

Thais Campos

Coach de Carreira